fundo parallax

Cachoeiras – PR – Cachoeiras do Rio São Jorge (Ponta Grossa)

Cachoeiras do Rio São Jorge - Ponta Grossa - PR



Considerada uma Unidade de Conservação Municipal, possui enorme beleza, com diversas quedas d’água que se deslizam pelas rochas. Logo que se chega ao parque, avista-se a o rio e suas primeiras quedas. Antes de fazer o caminho para conhecer a maior queda do rio São Jorge, pegamos o sentido contrário e fomos verificar a cachoeira que vimos logo na chegada, subimos então o rio e pudemos logo vê-la. Era uma queda mediana e sua largura dava de margem a margem do rio, em frente à queda, um poço ótimo para banho! Retornamos ao caminho normal, sentido a famosa cachoeira de Santa Barbara. A trilha seguia a margem do rio e logo que atravessamos a porteira já encontramos outra pequena queda com excelente local para mergulho. Aliás, isto se repetiu por quase todo o trajeto, passamos por diversas quedas acompanhadas de piscinas naturais. Após alguns minutos de caminhada, atravessamos o rio, e na margem direita, havia outra pequena cachoeira, que olhando de baixo para cima, lembrava aquela torre de taças com champagne derramando até enchê-las e as águas caiam numa fenda que dava sequência ao rio. Deste lado do rio, conseguimos avistar o Canyon de São Jorge, com seus enormes paredões rochosos e bem ao fundo o rio São Jorge. Neste dia haviam pessoas fazendo rapel no paredão ao lado da cachoeira. Decidimos então atravessar novamente o rio e ver de perto esta grande queda. Onde atravessamos havia uma última cachoeira, muito bonita e que como não podia deixar de haver, um grande poço para banho, porém para os mais desatentos, não aconselho o banho, já que as águas desta cachoeira desembocam diretamente numa enorme queda que antecipa a cachoeira de Santa Barbara. Logo mais a frente pudemos nos desbruçar numa pedra e ver de cima a enorme queda, era fantástica, uma queda de aproximadamente 30 metros por entre os paredões. Seguindo mais a frente havia uma trilha para se chegar à base da cachoeira, descendo por algumas pedras e depois por alguns degraus, chegamos finalmente onde à cachoeira alcançava o chão. A visão era ainda melhor do que a de cima. Podíamos vê-la por inteiro e o que mais chamou a atenção foram as rochas por onde a água passava. Parecia que o paredão havia desmoronado e as pedras de ambos os lado se apoiaram uma na outra, deixando um buraco por onde o rio passava e formava a mais bela das cachoeiras do Rio São Jorge e a mais famosa cachoeira de Ponta Grossa.

História

Integrando a unidade de conservação do Parque Nacional de Campos Gerais, a Cachoeira do Rio São Jorge, conhecida também pela denominação de Cachoeira de Santa Barbara, encontra-se a 15 km do Centro de Ponta Grossa. Banhada pelo rio São Jorge, a cachoeira é a maior das diversas quedas d'água formadas por esse rio e está situada nas terras da antiga Fazenda de Santa Bárbara do Pitangui, ponto inicial da cidade de Ponta Grossa, até hoje uma importante propriedade particular.


Como Chegar

Localizado a 15 km do centro urbano. O acesso é feito pela Avenida Carlos Cavalcanochosati. Na frente do Campus da UEPG-Uvaranas, entra-se na primeira rua à esquerda. Na próxima rua dobra a direita. O acesso se dá pela rodovia Arichermes Carlos Gobbo (deve-se virar à esquerda, após passar o viaduto sobre o pátio da ALL, em direção ao núcleo habitacional Dal Col). Após percorridos 2 km, deve-se virar à direita, após o matadouro municipal, passando por baixo de um viaduto da linha férrea. Deve-se seguir em frente por mais 5Km e virar à esquerda, seguindo por mais 1 Km até à próxima bifurcação. Deve-se então virar à direita e percorrer mais 2 Km de terra batida até o rio São Jorge.


Demais Informações

- É cobrada taxa de entrada por pessoa.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *